Como retomar sua autoconfiança em situações de grande pressão

Como retomar a autoconfiança depois que você a perdeu?

Estes dias eu estava assistindo um jogo de futebol e o comentarista esportivo falou que o jogador tinha perdido a confiança nos seus passes. E comentou que o jogador precisava retomar a autoconfiança ao fazer passes curtos , mais fáceis e depois, talvez, tentar de novo com mais segurança, os passes longos.

Achei muito interessante este comentário por que no treino mental para a alta performance , considero a autoconfiança uma das habilidades mentais mais importantes. Por que ela permite você conseguir uma alta performance na sua área de atuação. É aquele desempenho extraordinário. Que o separa do ordinário, do comum. E existem várias características necessárias para ser extra ordinário. Gostaria de destacar algumas:

1. Inovação.Fazer aquela jogada ou movimento que ninguém tentou ainda. No surfe ocorre estes movimentos inovadores e são extremamente bem pontuados pelos juízes.

2. Risco.
Aquela jogada que pode por tudo a perder, mas porque você está tão seguro e autoconfiante, consegue uma jogada maravilhosa. Michel Jordan ficou famoso com suas cestas nos últimos segundos de partidas que permitiram viradas incríveis de placar.

3. Estética.
Fazer o difícil parecer fácil de maneira elegante. Todos grandes campeões conseguem isto e me lembro de Roger Federer que faz com que o tênis pareça fácil…

4. Imensa pressão para os outros.
Outra jogada extraordinária é conseguir manter seu controle em momentos que os outros estariam muito nervosos, tensos e provavelmente sem um desempenho ideal. Me lembro da cantora Anitta no início de sua carreira internacional quando foi cantar na cerimonia de abertura das Olimpíadas no Brasil. Lembra. Ela era novinha naquela época. Imagina se apresentar na frente de milhões de espectadores. Nem uma mínima falha poderia ocorrer ou seja muita pressão. Por competência, conseguiu uma performance que lhe rendeu uma presença forte na mídia internacional.

Quem não gostaria de um desempenho extraordinário, de alta performance? Mas o que acontece mais comumente do que eventualmente? No início ou durante a performance a pessoa pode perder sua confiança. Pode ser por motivos externos ou internos. Se o atleta comete uma falha grave, ou inúmeras pequenas falhas, sua autoconfiança diminui muito. E baixa autoconfiança com certeza impacta na performance. Os músculos “trancam”. Dá um branco na cabeça. Bate um frio na barriga. A voz engasga. E a lista de sinais é longa.

Outro motivo externo é uma falha da equipe. Seja de trabalho ou do time, se a sensação de chateação contamina o grupo, a autoconfiança desaparece. E também , outro motivo pode ser uma evento inesperado. Image você se preparando para a apresentação profissional da sua vida, para uma plateia imensa e dá um problema no som, no vídeo, na platéia… Se este incomodo atrapalha sua atenção e você deixa surgir a mínima dúvida no sucesso de sua performance, já era.

E aí entra o tópico “Como retomar sua autoconfiança”.

Nos esportes, vou dar o exemplo do tênis, o tenista treina e sempre tem a sua “bola de segurança” . É aquela jogada que ele consegue fazer mesmo cansado, chateado, lesionado. É uma jogada tão fácil para ele que não exige muito. Talvez não garanta pontos, mas passa a bola para o outro lado. E isto lhe dá tempo para utilizar técnicas mentais de recuperação. Se estiver perdendo dá para pensar em outras estratégias para vencer o adversário. Executar sua jogada de segurança é uma maneira de retomar a autoconfiança.

No ambiente profissional, digamos que fazendo uma apresentação, você fica nervoso ou nervosa. Neste caso, a técnica mental de recuperação da autoconfiança é contar alguma coisa que você tem muita segurança. Pode ser uma história pessoal e porque você viveu ela, você tem segurança em contá-la. Pode ser algum aspecto técnico que, além de você dominar bem, você gosta, por que este estado emocional passa para o público. Geralmente o que gostamos falamos com muito entusiasmo e segurança. Depois disso você pode retomar alguns aspectos mais difíceis da sua apresentação.

Em um concurso ou prova com poucas vagas, a pressão é enorme. As vezes são oportunidades únicas para as quais você se prepara tanto tempo e na hora H dá um nervoso… Você começa a olhar as questões da prova e pensa que não sabe nada daquilo. Se começar a ter dúvidas sobre sua capacidade, a autoconfiança desaparece e o desempenho é impactado. Tudo aquilo que você estudou e se preparou parece que some da sua cabeça… Neste caso, respire fundo, volte ao controle dos seus pensamentos usando alguma técnica de relaxamento. E converse consigo: eu me preparei, eu estudei, farei o meu melhor… Chamo isto de smart script. Uma conversa interior preparada para lidar com estas situações. Então, depois disso responda algumas questões mais fáceis e aos poucos vá retomando sua autoconfiança. Se você estudou, vai ficar mais fácil acessar o que está na sua memória.

Em resumo, quando você sentir uma sensação de desconforto, ou ter pensamentos de dúvida na sua capacidade, é o momento de ativar sua rotina de recuperação da autoconfiança. Volte até a sua jogada de segurança. Faça isto por alguns instantes e depois aos poucos vá tentando algo mais extra-ordinário.

Nos meus treinamentos mentais para a alta performance, ajudo atletas, estudantes e profissionais a se prepararem mentalmente para estas situações de pressão. Elas ocorrem em várias áreas de nossas vidas e parece que cada vez mais frequentemente, a final de contas, tudo está cada vez mais competitivo.

Compartilhe este artigo:
>